terça-feira, 20 de março de 2012

OS IRMÃOS BARBOSA

Da esquerda para a direita:
ao piano, Paulo Barbosa; Luis Barbosa e seu chapéu de palha, ao centro; cantando, Barbosa Júnior.

Revista Carioca, 1936.

No cenário de nossa música popular sempre despontaram famílias de artistas.
Irmãos e/ou irmãs cantavam juntos ou separados, fazendo sempre muito sucesso.
Foi assim com Linda, Dircinha e Odete Baptista; Carmen, Aurora, Cecília e Oscar Miranda; Marília e Henrique Baptista; Francisco e Nair Alves; Vicente, Pedro e Amadeu Celestino; Orlando e Edmundo Silva...
isso para citar alguns artistas dos anos 30.
Nesse mesmo período faziam sucesso três irmãos, cada qual com um enorme talento, atuando em distintos setores, algumas vezes se encontravam em apresentações.
São eles: Barbosa Júnior, Luiz Barbosa e Paulo Barbosa, os irmãos Barbosa.

Barbosa Júnior era ator, cantor, compositor e um dos nossos grandes comediantes, seja no rádio, cinema ou no teatro. Seu talento para o riso tornou-se célebre em vários programas de rádio, em filmes e gravações, algumas antológicas ao lado de Carmen Miranda, como Quem é? e Casaquinho de Tricô.

Luiz Barbosa, que também compunha, foi um nos nossos maiores sambistas. Introdutor do chapéu de palha como percussão no samba,onde usava como pandeiro. Vários sambas de breque foram gravados por Luis que, com sua bossa, os tornavam mais interessantes. Gravou marchas e sambas, inclusive a primeira gravação de No Tabuleiro da Baiana, de Ary Barroso, foi feita por Luis e Carmen Miranda em 1936.

Paulo Barbosa era compositor, e um dos nossos mais inspirados e talentosos. Suas composições, sambas, marchas, canções, valsas, são verdadeiros clássicos, como Teus Lábios de Ciclamen, Salão Grenat e Cerejeira do Japão, Madame Pompadour, todas gravadas por Carlos Galhardo. Muita gente ainda conhece, e canta, a Marchinha do grande galo, Tirolesa ou Pensão da Dona Estela.

Ainda voltarei a falar de cada um deles separadamente.
Aqui, vocês conferem algumas músicas de seu repertório.
Em várias, Paulo Barbosa compôs para os irmãos.


Paulo Barbosa (compositor)

Minha Boneca
Canção de Paulo Barbosa e Luis Lamego
Gravada por Gastão Formenti em 1938




Samba Lelê
Samba de Paulo Barbosa
Gravado por Carlos Galhardo em 1939




Aconteceu comigo
Samba de Paulo Barbosa e Osvaldo Santiago
Gravado por Barbosa Júnior em 1943





Barbosa Júnior

Casaquinho de Tricô
Choro receita de Paulo Barbosa
Gravado com Carmen Miranda em 1935




Da Discussão Nasce a Luz
Humorismo de Maria Célia e Barbosa Júnior
Gravado com Ismênia dos Santos e 1935, Muraro ao piano.




Mulher Vampiro
Marcha de Alberto Ribeiro e Alcyr Pires Vermelho
Gravada em 1935





Luis Barbosa

Bumba no Caneco
Batucada de Getúlio Marinho e Orlando Vieira
Gravado em 1933




O Que Eu Sinto Por Você
Samba de Luis Barbosa gravado por ele, com seu chapéu de palha, em 1933




Palhaço Ela Zomba de Ti
Samba de Kid Pepe e Siqueira Filho
Gravado em 1936











Agradecimento ao Arquivo Nirez






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...