segunda-feira, 23 de abril de 2018

PIXINGUINHA - 121 ANOS

PIXINGUINHA
educacao.uol.com.br


Há 121 anos nascia o compositor, instrumentista e arranjador PIXINGUINHA.

Alfredo da Rocha Vianna nasceu no Rio de Janeiro em 23 de abril de 1897, falecendo nessa mesma cidade em 17 de fevereiro de 1973.

Já o homenageamos em outras postagens, onde comentamos sua carreira:

Pixinguinha – 45 anos de Saudade: http://bit.ly/pixinguinha45
Pixinguinha – 120 anos: http://bit.ly/2HXWpOI



Hoje, trago algumas de suas composições, onde ele atua como instrumentista e como compositor.


MORRO DA FAVELA
Maxixe
Gravado pelo Grupo do Pixinguinha
Acompanhamento de flauta, violino e piano
Disco Odeon Record 121.324
Gravado e lançado em 1917




MORRO DO PINTO
Maxixe
Gravado pelo Grupo do Pixinguinha
Acompanhamento de flauta, violino e piano
Disco Odeon Record 121.325
Gravado e lançado em 1917




ROSA
Valsa
Acompanhamento do Choro Pixinguinha
Disco Odeon Record 121.365

Gravado e lançado em 1917



JÁ TE DIGO
Samba carnavalesco
Acompanhamento da Banda do Batalhão Naval
Disco Odeon Record 121.563
Lançado em 1919




OS OITO BATUTAS
Tango
Acompanhamento do Grupo do Pixinguinha
Disco Odeon Record 121.610

Lançado em 1919




AI EU QUERIA
Samba de Alfredo Viana (Pixinguinha) e Vidraça
Gravado por Francisco Alves
Acompanhamento da Orquestra Típica dos Oito Batutas
Disco Odeon 10.122-A, matriz 1494
Lançado em fevereiro de 1928



SAMBA NA AREIA
Samba de Pixinguinha
Gravado por Mário Pessoa
Acompanhamento da Orquestra Victor Brasileira
Disco Victor 33.247-A, matriz 50123-2
Gravado em 27 de novembro de 1929 e lançado em janeiro de 1930



MAMÃE ISABÉ
Macumba de Alfredo Viana (Pixinguinha) e João da Baiana
Gravada por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Gongoun
Disco Odeon 11.036-B, matriz 4690
Gravado em 16 de junho de 1933 e lançado em julho



VOCÊ É BAMBA
Samba de Pixinguinha e Cícero de Almeida (Bahiano)
Gravado por Carmen Barbosa
Acompanhamento do Conjunto Regional da PRD-2
Disco Columbia 8.154-B, matriz 1104

Gravado e lançado em 1935



MULATA BAIANA
Samba Jongo de Pixinguinha e Gastão Viana
Acompanhamento do Conjunto Regional RCA Victor
Disco Victor 34.346-B, matriz 80776-1

Gravado em 29 de abril de 1938 e lançado em agosto










Agradecimento ao Arquivo Nirez








domingo, 22 de abril de 2018

ELSIE HOUSTON - 116 ANOS

ELSIE HOUSTON
Anos 1930


Há 116 anos nascia a soprano e pesquisadora de folclore ELSIE HOUSTON.



Confiram o programa Arquivo Sonoro feito em sua homenagem.











sexta-feira, 20 de abril de 2018

AURORA MIRANDA - 103 ANOS


AURORA MIRANDA
O Cruzeiro, 1935.
http://memoria.bn.br


Há 103 anos nascia a cantora AURORA MIRANDA.

Aurora Miranda da Cunha nasceu no Rio de Janeiro em 20 de abril de 1915.

Irmã mais nova de Carmen Miranda, também seguiu carreira como cantora no começo dos anos 30, atingindo o sucesso por méritos próprios, pois tinha grande talento e uma linda voz.

Atuando em discos, rádio, filmes, cassinos e excursões, Aurora Miranda foi uma das mais populares de nossas cantoras e a segunda que mais gravou na década de 1930 (a primeira foi sua irmã, Carmen Miranda).

Deixou várias músicas importantes, mas a que marcaria sua vida seria Cidade Maravilhosa, marcha de André Filho (que também gravou com Aurora), que seria sucesso no carnaval de 1935 e, posteriormente, Hino Oficial da Cidade do Rio de Janeiro.

Casando-se com Gabriel Richaid em 1940, passou a assinar Aurora Miranda Richaid. O casal morou vários anos nos EUA, onde nasceram seus filhos, Gabriel e Maria Paula. Lá, Aurora Miranda participou de alguns filmes, sendo a primeira atriz a atuar ao lado de desenhos animados, como Zé Carioca e o Pato Donald, no filme Você Já Foi à Bahia?, de 1944.

De volta ao Brasil, no começo dos anos 50, foi abandonando a carreira gradualmente, vez ou outra gravando discos ou fazendo apresentações. Sua maior atenção era para a família, a quem sempre se dedicou.

Nas últimas décadas de sua vida, Aurora Miranda se dedicava em preservar a memória de sua irmã, Carmen Miranda, concedendo entrevistas, relatando a fase artística da irmã em documentários.

Cheguei a conversar com ela, algumas vezes ao telefone. Em todas, foi sempre muito simpática e atenciosa.

Aurora Miranda faleceu aos 90 anos, no Rio de Janeiro, em 22 de dezembro de 2005.

Trago algumas gravações que Aurora Miranda realizou nas gravadoras Odeon e Victor, entre 1935 e 1940. Uma boa oportunidade para conferirmos sua interpretação e belíssima voz.



LINDA PRIMAVERA
Marcha de Vicente Paiva e Djalma Esteves
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.261-A, matriz 5116
Gravado em 09 de agosto de 1935 e lançado em setembro



A TURMA CHOROU
Samba de Vicente Paiva e Djalma Esteves
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.261-B, matriz 5111
Gravado em 02 de agosto de 1935 e lançado em setembro



TRISTE VERÃO
Marcha de Assis Valente
Gravada por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.276-A, matriz 5140
Gravado em 05 de setembro de 1935 e lançado em novembro



PEDACINHO DE AMOR
Samba de Assis Valente
Gravada por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon
Disco Odeon 11.276-B, matriz 5163
Gravado em 24 de setembro de 1935 e lançado em novembro



BIBELÔ
Samba de André Filho
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon, com direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.408-A, matriz 5419
Gravado em 14 de outubro de 1936 e lançado em novembro



CANTO AO MICROFONE
Marcha de André Filho
Gravada por Aurora Miranda
Acompanhamento da Orquestra Odeon, com direção de Simon Bountman
Disco Odeon 11.408-B, matriz 5418
Gravado em 14 de outubro de 1936 e lançado em novembro


  
VÁ PRA CASA SOSSEGAR
Samba de Osvaldo Santiago, Antônio Almeida e Alcir Pires Vermelho
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 34.519-A, matriz 33171-1
Gravado em 03 de outubro de 1939 e lançado em novembro



QUE HORAS SÃO ESTAS?
Marcha de Osvaldo Santiago e Antônio Almeida
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Orquestra
Disco Victor 34.530-A, matriz 33191-1
Gravado em 18 de outubro de 1939 e lançado em dezembro



FAMÍLIA DO SAMBA
Samba de Osvaldo Santiago, Alcir Pires Vermelho e Antônio Almeida
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 34.530-B, matriz 33197-1
Gravado em 20 de outubro de 1939 e lançado em dezembro



VOCÊ PARTIU
Samba de Alcebíades Barcelos e Armando Marçal
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Regional
Disco Victor 34.555-B, matriz 33272-1
Gravado em 14 de novembro de 1939 e lançado em janeiro de 1940



NÃO ADMITO
Samba de Ciro de Souza e Augusto Garcez
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Conjunto
Disco Victor 34.601-B, matriz 33353-1
Gravado em 19 de março de 1940 e lançado em maio



BATATA FRITA
Samba de Ciro de Souza e Augusto Garcez
Gravado por Aurora Miranda
Acompanhamento de Conjunto
Disco Victor 34.608-A, matriz 33354-1
Gravado em 19 de março de 1940 e lançado em junho









Agradecimento ao Arquivo Nirez















quinta-feira, 19 de abril de 2018

RUBENS PENICHE - 97 ANOS

RUBENS PENICHE
Carioca, 1952.
http://memoria.bn.br



Há 97 anos nascia o cantor e compositor RUBENS PENICHE.

Rubens Cardoso Peniche nasceu em Santos (SP), em 19 de abril de 1921.

Iniciou sua carreira como cantor se apresentando na Rádio Clube de Santos. Em 1939, estreou na Rádio Bandeirantes, em São Paulo.
Atuou em várias emissoras e cassinos e usava o pseudônimo de Valtenir Pinto para compor músicas, chegando a gravar algumas de sua autoria.

Entre 1945 e 1952, lançou 22 discos, mas no começo da década de 1950 se afastou da carreira artística.

Rubens Peniche faleceu em São Paulo (SP), em 09 de maio de 2005, com 84 anos.




DUAS MULHERES
Samba de Valter Rodrigues e Irineu Luppi
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Conjunto
Disco Continental 15.277-B, matriz 10328-1
Gravado em 01 de dezembro de 1944 e lançado em fevereiro de 1945



REI VAGABUNDO
Samba de Mário Rossi e Marino Pinto
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda, arranjo de E. Peruzzi
Disco Continental 15.329-A, matriz 10381-1
Gravado em 08 de abril de 1945 e lançado em maio



QUANDO ESTÁS A MEU LADO
Fox de Aldo Cabral e Medeiros Neto
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda, arranjo de E. Peruzzi
Disco Continental 15.329-A, matriz 10382-1
Gravado em 08 de abril de 1945 e lançado em maio



HÁ MUITO TEMPO (LONG AGO)
Fox de Jerome Kern e Ira Gershwin, em versão de Sivan
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda
Disco Continental 15.341-A, matriz 10387-2     
Gravado em 27 de abril de 1945 e lançado em maio



ALÉM DO CÉU AZUL
Samba de Mário Rossi e Tito Ramos
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Bonfim e Sua Banda
Disco Continental 15.341-B, matriz 10388-1     
Gravado em 27 de abril de 1945 e lançado em maio



CÉU ABERTO
Samba de Francisco Malfitano e Ari Machado
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto, com Leonel ao trombone
Disco Continental 15.481-A, matriz 10490-1
Gravado em 25 de setembro de 1945 e lançado em novembro



QUEM GOSTA DE MIM...
Samba de Francisco Malfitano e José Roy
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto, com Leonel ao trombone
Disco Continental 15.481-B, matriz 10491-1
Gravado em 25 de setembro de 1945 e lançado em novembro



VERÃO DO BRASIL
Marcha de Denis Brean e Lupicínio Rodrigues
Gravada por Rubens Peniche
Acompanhamento de Peruzzi e Sua Orquestra
Disco Continental 15.558-A, matriz 10511-2
Gravado em 20 de outubro de 1945 e lançado em dezembro



CIÚMES
Chorinho de David Raw e Sadi Cabral
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Rago e Seu Conjunto, com Leonel ao trombone
Disco Continental 15.724-B, matriz 10648-1
Gravado em 15 de agosto de 1946 e lançado em outubro



SACRIFÍCIO
Samba de Lauro Miller
Gravado por Rubens Peniche
Acompanhamento de Raul e Seu Conjunto
Disco Continental 15.874-A, matriz 1759-1
Gravado em 13 de outubro de 1947 e lançado em março de 1948









Agradecimento ao Arquivo Nirez














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...